Covid-19: para combater a propagação da pandemia

BM ajuda Cabo Verde com cinco milhões de dólares

O Banco Mundial (BM) vai dar cinco milhões de dólares a Cabo Verde para combater a propagação da pandemia da covid-19, no âmbito do programa de emergência de 14 mil milhões de dólares para os países em desenvolvimento.

BM ajuda Cabo Verde com cinco milhões de dólares
D.R

“O Projecto de Resposta de Emergência à covid-19 vai melhorar o plano nacional desenvolvido pelo Governo e focar-se no aumento e fortalecimento de todos os aspectos da prevenção, preparação e resposta”, lê-se num comunicado distribuído em Washington, EUA, no qual se explica que os fundos são atribuídos pela Associação Internacional para o Desenvolvimento (IDA, na sigla em inglês), uma agência do BM.

“O programa vai definir as prioridades a nível central e descentralizado e identificar os papéis e as responsabilidades para a Equipa Técnica de Intervenção Rápida”, afirma-se.

Os cinco milhões de dólares, fazem parte de um pacote alargado de 14 mil milhões de dólares, que o BM destinou para os países em desenvolvimento para acelerar o tempo até à recuperação, incluindo “assistência técnica, política e financeira”.

No total, o grupo de Banco Mundial planeia uma ajuda de 160 mil milhões de dólares até ao verão de 2021 para “proteger os pobres e os vulneráveis, apoiar os negócios e potenciar a recuperação económica”.

A IDA foi criada em 1960 e é o braço financeiro do Banco Mundial para os países de menor rendimento, tendo como objectivo a disponibilização de doações e empréstimos a taxas de juro próximas ou iguais a zero, sendo Cabo Verde um dos 76 países a nível mundial, 39 dos quais em África, que beneficiaram da ajuda de 21 mil milhões de dólares, nos últimos três anos.

Cabo Verde cumpre hoje o sexto dia, de 20 previstos, de estado de emergência para conter a pandemia da covid-19, com a população obrigada ao dever geral de recolhimento, com limitações aos movimentos, empresas não essenciais fechadas e todas as ligações entrilhas suspensas.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS