Na cooperação com a União Europeia

Angola assinala “mudanças qualitativas”

A cooperação entre Angola e a União Europeia (UE) tem conhecido "mudanças qualitativas" com a introdução de métodos inovadores de relacionamento, afirmou hoje o ministro das Relações Exteriores de Angola, Téte António.

Angola assinala “mudanças qualitativas”
D.R

Segundo o governante, que falava na abertura da 5.ª Reunião Ministerial Angola- União Europeia, por videoconferência entre Luanda e Bruxelas, no âmbito do programa ‘Caminho Conjunto’, o encontro tem em vista uma cooperação mais activa e participativa.

“A República de Angola tem a UE como um parceiro importante para o seu desenvolvimento económico e social, consiste num modelo de cooperação de vantagens mútuas para o progresso e bem-estar das nossas populações”, afirmou Téte António.

Preside ao encontro por Angola o ministro Téte António e pela UE o Alto Representante para a Política Externa e Segurança Comum, Josep Borrel.

O programa ‘Caminho Conjunto’ Angola-União Europeia foi assinado, em Julho de 2012, em Bruxelas, com o intuito de reforçar o diálogo e a cooperação entre as partes.