Covid-19

África lança campanha para atingir um milhão de testes

A União Africana (UA) anunciou hoje o lançamento de uma campanha para atingir um milhão de testes ao novo coronavírus no continente, onde 910 pessoas morreram e mais de 17 mil foram infectadas por covid-19.

África lança campanha para atingir um milhão de testes
D.R

“Há uma grande falha de testes no continente e queremos distribuir na próxima semana ou semana e meia mais de um milhão de testes para ajudar os países a aumentarem a sua capacidade para testar e identificar as pessoas infectadas”, anunciou o director do Centro de Prevenção e Controlo de Doenças da União Africana (Africa CDC), John Nkengasong.

O director da agência da União Africana para a saúde falava hoje, em Adis Abeba, no encontro semanal com a comunicação social.

O responsável do Africa CDC explicou que a disponibilização dos testes pela União Africana visa dar um sinal e sensibilizar outros parceiros públicos e privados para a necessidade de aumentar “agressivamente” a capacidade dos países para identificar e monitorizar as pessoas infectadas.

“Nos próximos três ou seis meses, provavelmente necessitaremos de 50 milhões de testes para o continente, mas uma caminhada de 100 quilómetros começa com o primeiro metro”, afirmou, adiantando que a capacidade de testagem é ainda muito baixa.

Como exemplos apontou a África do Sul, que com uma agressiva campanha de testagem, conseguiu apenas fazer 80.000 testes desde o início da pandemia, a Etiópia, que fez apenas 5.000 testes, ou a Nigéria, que com 200 milhões de habitantes, registou 6.000 testes realizados.

“Se conseguirmos aumentar os testes para um milhão será um aumento significativo, mas requer um esforço concertado”, reforçou.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS