Na índia

Retiradas mais de 220 peças de joalheria de estômago de doente compulsiva

Uma mulher com uma compulsão alimentar foi operada de urgência, tendo-lhe sido retirados do estômago mais de 220 peças de joalheria e moedas, noticiou esta sexta-feira a Lusa.

Retiradas mais de 220 peças de joalheria de estômago de doente compulsiva
DR
Runi Khatun, de 26 anos de idade, tinha dentro do estômago m

Runi Khatun, uma mulher indiana de 26 anos de idade, estava “fraca e macilenta” quando deu entrada no hospital no passado dia 16 de Julho, em Bengala Ocidental, na Índia.

De acordo com o Daily Mail, a mulher vomitava cada vez que ingeria alimentos, o que levou ao seu internamento de urgência.

Os médicos aperceberam-se da dimensão do problema quando estavam a operar. A paciente tinha dentro do estômago mais de 70 fios e pulseiras, 46 moedas, oito cadeados, 11 argolas, quatro chaves e um relógio. Todos os artigos foram dispostos para registo da imprensa.

A mãe de Runi indicou à imprensa local que se apercebeu de que a joalharia estava a desaparecer de casa e da loja da família, mas nunca imaginou que a filha a pudesse estar a ingerir.

Embora a maior parte dos objectos fosse de cobre e latão, alguns eram de ouro.

Siddhartha Biswas, o cirurgião-chefe do hospital local que tratou o caso, indicou que a condição da mulher era de tal forma grave que foi necessária a utilização de cinco unidades de sangue durante a cirurgia.

A sua situação está, agora, estável, estando ainda internada.