África do Sul

Elefante mata caçador de rinocerontes e leões devoram os restos mortais

Elefante mata caçador de rinocerontes e leões devoram os restos mortais
D.R.
No Kruger Park, é recorrente a caça furtiva de rinocerontes.

A equipa de buscas teve grande dificuldade em encontrar os restos mortais do caçador que se aventurou no Kruger Park, com quatro cúmplices. Acabaram por encontrar um crânio e umas calças.

Um crânio e um par de calças é tudo o que resta do caçador furtivo que, na passada semana, entrou no Kruger Park, na África do Sul, com o objectivo de caçar rinocerontes. Segundo os seus cúmplices, o homem cuja identidade não foi revelada pelas autoridades, foi pisado por um elefante, o que lhe provocou morte imediata. Mais tarde, os seus restos mortais terão sido comidos por leões. As autoridades foram alertadas pela família, mas já nada puderam fazer.

“É muito triste ver as filhas da vítima a chorar a morte do pai e, pior que tudo, só conseguirem recuperar tão pouco dos seus restos mortais”, disse Glenn Phillips, administrador do parque natural ao Letaba Herald, deixando também um aviso: “Entrar de forma ilegal, e a pé, no Kruger Park não é uma atitude inteligente, há muitos perigos no parque e este incidente é a prova disso.”

 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS