No encontro com a JMPLA

Boavida Neto jura fidelidade à liderança do partido

Álvaro de Boavida Neto assegurou, durante a VI reunião do Comité Nacional da JMPLA, em Luanda, que ser secretário-geral do MPLA “não o coloca numa posição de submissão intelectual e muito menos expõe a sua consciência ao mercantilismo” .

Boavida Neto jura fidelidade à liderança do partido
Mário Mujetes
Reunião do Comité Nacional da JMPLA

Álvaro de Boavida Neto assegurou, durante a VI reunião do Comité Nacional da JMPLA, em Luanda, que ser secretário-geral do MPLA “não o coloca numa posição de submissão intelectual e muito menos expõe a sua consciência ao mercantilismo” e garantiu ter “princípios e valores que não são negociáveis na vida”. “Advogo o princípio de obediência a Deus, à Pátria, ao MPLA e ao seu presidente. E subscrevo no dia-a-dia a liberdade, a lealdade, a honestidade, firmeza de carácter e avivamento da militância e de camaradagem”, defendeu, sustentando que “não sabe ser diferente”.

Recentemente, Boavida Neto deu uma entrevista, manifestando apoio e solidariedade com o anterior líder, José Eduardo dos Santos, divergindo com as posições tomadas pela actual direcção do partido. Logo a seguir à entrevista, o MPLA marcou a realização de um congresso extraordinário que alguns analistas entendem que irá servir para substituir o actual secretário-geral.

Álvaro de Boavida Neto desafiou os jovens militantes a participarem “activamente” no próximo congresso do partido, demonstrando um “inequívoco apoio à direcção e ao seu líder. “Só temos de fazer diferente e melhor, sem esquecer que o destino final é e será o nosso povo”, apelou, sublinhando que a JMPLA vive hoje como uma “familia solidária que se transformou numa escola da vida”.

O Comité Nacional da JMPLA, que esteve reunido na semana passada em Luanda, anuiu, segundo os estatutos do partido, que o segundo Secretário Nacional da organização, Boaventura Chitapa, deve condizir interinamnete os destinos da JMPLA até a realização do 8º. Congresso marcado para Outubro, que vai eleger o novo secretário nacional. Luther Rescova deixa a liderança da organização, por incompatibilidade do cargo de governador e, dentro de dias, pode tomar posse como novo secretário provincial do partido em substituição de Adriano Mendes de Carvalho.