Polícia promete esclarecer o caso

Antigo futebolista 'Chinho' assassinado em Luanda  

Morreu esta segunda-feira, aos 36 anos, Chinho, antigo jogador do Petro de Luanda e da selecção nacional, vítima de assassinato com vários disparos por criminosos durante uma tentativa de assalto, em Luanda.

Antigo futebolista
D.R.
Chinho tinha 36 anos, jogou no Petro e na selecção nacional.

O atleta ter-se-ia apercebido de uma perseguição por dois jovens a bordo de uma motorizada e teria optado por entrar numa via de terra batida, onde foi alcançado pelos meliantes, que dispararam contra a viatura, provocando-lhe morte imediata, avança a PN.

De acordo com fontes do Serviço de Investigação Criminal (SIC), o ex-futebolista e antigo internacional das selecções sub-20 e de honra, João dos Santos de Almeida, mais conhecido por ‘Chinho’, foi morto na manhã desta segunda-feira (8) quando saía de casa, nas imediações da Sapu/Calemba 2, em Luanda.

O atleta ter-se-ia apercebido que estava a ser perseguido por dois jovens a bordo de uma motorizada e, na tentativa de se livrar da perseguição, teria optado por entrar numa via de terra batida, onde foi alcançado por meliantes e dispararam contra a viatura, provocando-lhe morte imediata.

O director do Gabinete de Comunicação Instituicional e imprensa da Polícia de Luanda, intendente Mateus Rodrigues, em declarações à RNA, informou que a Polícia tomou conhecimento do ocorrido e assegurou que os técnicos já se encontram no local a trabalhar na recolha de informações e, tal logo haja mais factos, promete pronunciar-se nas próximas horas.

Chinho, enquanto atleta, teve passagens no Petro de Luanda, Atlético do Namibe, Sagrada Esperança da Lunda-Norte, Recreativo do Libolo e Santos FC. Jogou igualmente na selecção principal dos ‘palancas negras’ e foi campeão pela selecção de sub-20, em 2001 na final com o Gana, por 2-0,em Addis Abeba, Etiópia.

Outros artigos do autor

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS