Para execução do RETFOP

UE disponibilizou 20 milhões de euros

A União Europeia (UE) disponibilizou 20 milhões de euros ao Governo angolano para a execução do programa Revitalização do Ensino Técnico e Formação Profissional (RETFOP), informou, esta quarta-feira, em Luanda, a representante daquela organização continental em Angola, Jeannette Seppen.

UE disponibilizou 20 milhões de euros
D.R

Jeannette Seppen prestou esta informação à imprensa no final de um encontro de cortesia com a Comissão Interministerial para a Implementação do Programa Nacional de Formação de Quadros, coordenada pelo ministro de Estado para a Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior, durante o qual feito o balanço das actividades desenvolvidas no âmbito do projecto. 

Seppen afirmou que o RETFOP já existe há algum tempo e visa a formação de capital humano mais qualificado e produtivo, bem como "a promoção do emprego e da empregabilidade”.

A responsável lembrou que o ensino técnico profissional é a área prioritária no âmbito do acordo entre a UE e o Governo de Angola. O que se pretende, segundo a diplomata, é investir em empregos sustentáveis que tenham como foco o apoio à educação e desenvolvimento de competências, com vista a garantir a empregabilidade e o cumprimento da Agenda 2030 das Nações Unidas, sobretudo o Objectivo do Desenvolvimento Sustentável nº8, relativo ao emprego.Jeannette Seppen sublinhou que "um dos aspectos interessantes deste programa, a ser implementado em Luanda, Benguela, Huambo, Moxico, Uíge e Huíla, é o apoio aos estágios profissionais”.  

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS