HUAMBO

Primeiros mestres do ISCED recebem diplomas

Os primeiros trinta e sete mestres formados no Instituto de Ciências da Educação (Isced), no Huambo, receberam hoje os seus diplomas e certificados de fim de curso.

Primeiros mestres do ISCED recebem diplomas
D.R.

Entre os diplomados em cerimónia testemunhada pelo vice-governador da província do Huambo para o sector Político, Social e Económico, Francisco Jamba Kata, constam 22 especialidade em Ciências da Educação e 15 em Conservação da Natureza, com plano curricular de dois anos.

A propósito, o director-geral do Isced-Huambo, Mário Rodrigues, disse que a formação dos primeiros mestres em ciências enquadra-se na estratégia universitária, assente na qualificação do homem, com a implementação de cursos de especialização.

Reafirmou o compromisso da instituição na implementação de um modelo educacional voltado ao desenvolvimento integral do homem, com aposta séria na especialização e investigação científica, enquanto facto imprescindível para a formação de qualidade.

Nesta conformidade, Mário Rodrigues defendeu a criação e adopção, no ensino superior, de ferramentas capazes de promover o sucesso académico, a excelência, o mérito estudantil e inovação.

Já o vice-governador para o sector Político, Social e Económico desta província, Francisco Jamba Kata, realçou a necessidade do melhoramento da produção científica, com vista a promover o desenvolvimento económico-social sustentável.

Apelou os recém-formados a colocarem em prática os conhecimentos adquiridos ao longo da formação, além de serem exemplos de ética, presteza, solicitude, compreensão e de competência profissional.

Fundado em 1983, como núcleo da Universidade Agostinho Neto (UAN), tendo evoluído para unidade orgânica em 1989, o Isced ficou encerrado durante 10 anos (1991 -2001), por causa do conflito armado que assolou o país.

O Instituto Superior de Ciências da Educação já outorgou diplomas e certificados de licenciatura a mais de quatro mil estudantes.

No presente no académico, foram matriculados dois mil 641 estudantes, matriculados nas especialidades de Matemática, Física, Química, Geografia, Biologia, História, Inglês e Português.