Edição 2020

Programa Alimentar Mundial ganha Prémio Nobel da Paz

O Prémio Nobel da Paz foi atribuído ao Programa Alimentar Mundial (PAM) pelos esforços para combater a fome e para melhorar as condições para a paz em zonas de conflito, anunciou o Comité Nobel Norueguês.

Programa Alimentar Mundial ganha Prémio Nobel da Paz
D.R

O anúncio foi feito esta sexta-feira em Oslo pela presidente do comité, Berit Reiss-Andersen, que justificou a distinção do PAM com "os seus esforços para combater a fome, o seu contributo para melhorar as condições para a paz em áreas afectadas por conflitos e por agir como uma força motriz nos esforços para prevenir o uso da fome como uma arma de guerra e de conflito".

“O Programa Alimentar Mundial é a maior organização mundial humanitária a actuar no problema da fome e a promover a segurança alimentar. Em 2019, prestou assistência a quase 100 milhões de pessoas em 88 países”, frisou a Academia Sueca.

A lista de candidatos da edição de 2020 do Nobel da Paz tinha 211 pessoas e 107 organizações e o laureado irá receber o prémio de dez milhões de coroas suecas (quase um milhão de euros), além de um diploma e uma medalha.

Outros artigos do autor