Entre Angola e a Huawei

Parceria promove desenvolvimento de talentos TIC

A Huawei, em parceria com o Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação e o Ministério das Telecomunicações Tecnologias de Informação e Comunicação Social, realizou hoje a Cimeira sobre Talento e Inovação Tecnológica 2020 com o objectivo de criar uma base de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), o cultivo de talentos e inovação.

Parceria promove desenvolvimento de talentos TIC
D.R

Durante o evento, as entidades presentes enfatizaram a importância do desenvolvimento de talentos e divulgaram os planos e programas de desenvolvimento de talentos assim com chamaram a atenção para a necessidade de se estabelecerem mecanismos e definirem métodos básicos e regras curriculares para o desenvolvimento de talentos no país.

Na sua apresentação, a ministra do Ensino Superior e Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Bragança, ressaltou que a parceria entreministério e a Huawei almeja ser uma base de sucesso para os desafios das TIC no país.

“A aposta no desenvolvimento de talentos é fundamental porque pode ajudar a criar emprego, desenvolver o empreendedorismo e acelerar a transformação digital que se pretende e, para isso, o Executivo está comprometido a concretizar as políticas, assim como deve haver compromisso das instituições do ensino superior na melhoria dos currículos”, sustentou a governante.

Segundo Maria do Rosário Bragança, “existem carências infra-estruturais, laboratoriais e tecnológicas, assim como de quadros, quer docentes, investigadores e profissionais, que são importantes uma vez que o progresso das TIC é muito rápido, com muitas actualizações e inovações que devem merecer acompanhamento”. Entretanto, “o grande desafio em realidades como a nossa é o acesso aos serviços de internet que ainda tem custos são uma barreira para que os estudantes possam ter um acesso maior às tecnologias de comunicação e informação”, conclui a ministra.

Na mesma senda, o secretário do Estado das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, Mário Oliveira, a juventude tem um papel importante porque são os potenciais talentos caso se destaquem na formação, pesquisa e educação. “Dentre os vários projectos, temos o evento AngoTIC, que tem sido uma plataforma onde muitos jovens e startups se têm destacado com resultados visíveis que hoje estão disponíveis no mercado nacional”.

Alinhado com a estratégia de formação de quadros do Governo, o secretário de Estado da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, António Francisco Afonso, assume que é tarefa fundamental deste Executivo garantir a promoção de talentos que salvaguardem o desenvolvimento sócio económico de Angola, uma vez que sem talentos não é possível desenvolver uma nação, na sua opinião.

“Contudo, é preciso que este talento seja forjado, munido de competências e inovação que são melhor potenciados através da inovação tecnológica que catapulte o empreendedorismo social, pessoal e até mesmo empresarial. Talento e inovação caminham juntos e talento e inovação tecnológica é o novo normal, no actual quadro mundial em que as tecnologias vão moldando todos os estratos e substratos sociais”, sustentou o dirigente.

Por sua vez, o CEO da Huawei em Angola, Chuxiaoxin (Edric Chu) reafirmou o compromisso da Huawei no apoio ao Estado angolano com quem a empresa estabelece uma relação de mais de 20 anos na melhoria das telecomunicações no país. ”A Huawei vai continuar a investir na formação das pessoas e dedicamos isso grande parte das nossas receitas, eis a razão que hoje empregamos 194 mil pessoas em todo o mundo, pessoas com capacidade fazem grandes pesquisas que contribuem para que a nossa firma tenha resultados mais eficazes”, reforçou o responsável.

Chuxiaoxin (Edric Chu) revelou que, no final de 2021, a empresa vai inaugurar o Parque Oficial da Huawei um investimento de 60 milhões de dólares americanos que vai contemplar centros de formação, escritórios e apartamentos numa área total de 32,503m2. “A infra-estrura terá um Centro de Inovação para estudar as exigências do mercado e inovar serviços, um Centro de Treinamento para dar treino e certificação em TIC para governos, clientes, parceiros, alunos com capacidade máxima de 1.800 por ano, e, por último, um Centro de Experiências para compreender as exigências do mercado e trabalhar com os usuários, parceiros e inovar serviços”, detalhou o líder da Huawei em Angola na apresentação.

Com uma série de campanhas vocacionadas para o ecossistema de talentos na África subsariana, como “Seeds for the Future” e “ICT Competition”, a Huawei conta melhorar a competência de mais de 6,000 mil profissionais de TIC até 2023. O objectivo é preencher a lacuna de talentos nesta área, avançando na transformação digital das indústrias.

 

Technologies

Partnership between Government and Huawei is “successful base for ICT” in Angola

Huawei, in partnership with the Ministry of Science and Higher Education and the Ministry of Telecommunications Information and Communication Technologies, today held the Summit on Talent and Technological Innovation 2020 with the aim of creating an Information and Communication Technologies (ICT) base), the cultivation of talent and innovation.

During the event, the entities present emphasized the importance of talent development and publicized talent development plans and programs as well as drawing attention to the need to establish mechanisms and define basic methods and curriculum rules for talent development in the country.

In her presentation, the minister of Higher Education and Science, Technology and Innovation, Maria do Rosário Bragança, stressed that the partnership between the ministry and Huawei aims to be a successful basis for the challenges of ICT in the country. “The bet on the development of Talent is fundamental because it can help to create jobs, develop entrepreneurship and accelerate the digital transformation that is sought and for that purpose the Executive is committed to implementing its policies, just as there must be a commitment from higher education institutions to improve curricula ”, maintained the ruler.

According to Maria do Rosário Bragança, “there are infrastructural, laboratory and technological deficiencies, as well as staff, both teachers, researchers and professionals, which are important since the progress of ICT is very fast, with many updates and innovations that should be monitored. ”. However, "the great challenge in realities like ours is access to internet services that still have costs, they are a barrier for students to have greater access to communication and information technologies", concludes the minister.

In the same vein, the Secretary of State for Telecommunications and Information Technologies, Mário Oliveira, youth has an important role because they are the potential talents if they excel in training, research and education. "Among the various projects we have the AngoTIC event, which has been a platform where many young people and start ups have stood out with visible results that are now available on the national market".

In line with the Government's staff training strategy, the Secretary of State for Public Administration, Labor and Social Security, António Francisco Afonso, assumes that it is a fundamental task of this Executive to ensure the promotion of talents that safeguard the socio-economic development of Angola, a since without talents it is not possible to develop a nation, in his opinion.

“However, it is necessary that this talent be forged, equipped with skills and innovation that are better leveraged through technological innovation that catapults social, personal and even entrepreneurial entrepreneurship. Talent and innovation go together and talent and technological innovation is the new normal, in the current world scenario in which technologies are shaping all social strata and substrates ”, maintained the leader.

In turn, Huawei's CEO in Angola, Chuxiaoxin (Edric Chu) reaffirmed Huawei's commitment to supporting the Angolan state with whom the company has established a relationship of more than 20 years in improving telecommunications in the country. ”Huawei will continue to invest in the training of people and we dedicate a large part of our revenues, that is the reason that today we employ 194 thousand people worldwide, people with capacity do great research that contribute to our firm to have more results effective ”, reinforced the responsible.

Chuxiaoxin (Edric Chu) revealed that at the end of 2021 the company will inaugurate Huawei's Official Park with an investment of US $ 60 million that will include training centers, offices and apartments in a total area of ​​32.503 m2. “The infrastructure will have an Innovation Center to study market requirements and innovate services, a Training Center to provide training and certification in ICT for governments, clients, partners, students and 1,800 interns per year, and, finally, a Center of Experiences to understand the demands of the market and work with users, partners and innovate services”, detailed the leader of Huawei in Angola in the presentation.

With a series of campaigns aimed at the talent ecosystem in sub-Saharan Africa, such as “Seeds for the Future” and “ICT Competition”, Huawei aims to improve the competence of more than 600 thousand ICT professionals by 2023. The objective is to fill the gap talent gap in this area, advancing the digital transformation of industries.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS