Até à recepção dos resultados

MED dispensa professores

O Ministério da Educação (MED) anunciou, nesta segunda-feira, a dispensa dos professores submetidos aos testes RT-PCR, nos dias 30 de Setembro e 1 de Outubro, até à recepção dos seus resultados.

MED dispensa professores
D.R

Conforme a ministra da Educação, Luísa Grilo, que falava na sessão de actualização de dados, os docentes em causa deverão permanecer em suas casas até que se conheçam os resultados dos exames submetidos a laboratório.

Trata-se de três mil professores que leccionam em Luanda, testados para aferir o grau de exposição ao Sars Cov-2, agente causador da pandemia da covid-19.

Ainda no âmbito do retorno às aulas, o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, anunciou a testagem massiva de alunos de algumas escolas seleccionadas como modelos.

Segundo o responsável, que não divulgou os nomes das escolas escolhidas para o efeito, os seus discentes serão submetidos, regularmente, a testagem, como amostra sobre o comportamento da comunidade estudantil face à pandemia da covid-19.

“Este grupo de alunos serão objecto de estudo comparado no quadro do acompanhamento da doença nesta classe de intervenção do processo de ensino e aprendizagem”, destacou.

Franco Mufinda explicou que o mesmo grupo de estudantes será, novamente, submetido a testes para se poder comparar com o resultado inicial.

Com o recomeço das aulas, adiantou, os ministérios da Saúde e da Educação vão criar escolas sentinelas, que servirão de observatório para a testagem periódica de alunos e professores para se aferir o estado desse grupo.

POPULARES

ÚLTIMAS