Durante dois anos

Faculdade de Letras vai ter professor-leitor brasileiro

A faculdade de Letras da Universidade Agostinho Neto (FLUAN) terá um professor-leitor brasileiro que, durante dois anos, vai leccionar a disciplina de Língua Portuguesa e história do Brasil, fruto de um acordo celebrado hoje segunda-feira, em Luanda, entre a Embaixada do Brasil e a referida instituição do ensino superior.

Faculdade de Letras vai ter professor-leitor brasileiro
D.R
A iniciativa é inédita em Angola.

Com início previsto para Julho/Agosto deste ano, o professor trabalhará nos cursos leccionados na Faculdade de Letras, quer para licenciatura como para pós graduação, na disciplina de Língua Portuguesa.

Professor-leitor é um docente estrangeiro convidado que vai a um país para ensinar a língua e a cultura do seu país. 

A actuação na UAN incluirá ministrar cursos em nível de graduação e pós-graduação, estudos de projectos de investigação científica, orientar formandos e contribuir para a realização de eventos.

Com início previsto para Julho/Agosto deste ano, o professor trabalhará nos cursos leccionados na Faculdade de Letras, quer para licenciatura como para pós graduação, na disciplina de Língua Portuguesa.

Para efeito, está aberta no Brasil, o processo de candidaturas para professores, investigadores científicos na área de Língua Portuguesa.

A iniciativa, inédita em Angola, com custos a cargo do Ministério da Relações Exteriores do Brasil, visa a promoção internacional da Língua Portuguesa.

O tempo de permanência do professor-leitor poderá ser revogado conforme a necessidade e os acordos assinados.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS