Em resposta à crise socioeconómica causada pela covid-19

EU doa 20 milhões de euros

Angola beneficiou nesta segunda-feira, em Luanda, da doação de 20 milhões de euros proveniente da União Europeia (UE), após assinatura de um acordo entre as partes, no âmbito do apoio à resposta à crise socioeconómica causada pela pandemia da covid-19.

EU doa 20 milhões de euros
D.R

Trata-se de um financiamento sem contrapartidas de Angola, a ser executado em 36 meses, através da modalidade de apoio orçamental, devendo, entre várias necessidades, cobrir os projectos para reconversão da economia e os transportes informais.

Parte deste financiamento será igualmente alocado para a melhoria  das condições nos sectores do ensino superior e formação técnica profissional, comércio e agricultura.

Estes 20 milhões são um valor adicional e o primeiro na categoria de apoio orçamental.

O país, dentro das relações económica com a UE, baseado no acordo de Cotonou (Benin), onde  insere-se no grupo de África, Caraíbas e Pacifico, prevê a aplicação de um programa indicativo para cada um dos estados (2015-2020) que descreve um conjunto de fundos para apoiar os projectos  inscritos no 11.º Fundo Europeu de Desenvolvimento (FED) avaliado num pacote de 132 milhões de euros.

Assinaram o protocolo o ministro da Economia e Planeamento, Sérgio Santos (Angola) e a embaixadora e chefe da delegação da União Europeia em Angola, Jeannette Seppen.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS