EUA

Donald Trump recusa participar em debate virtual com Joe Biden

O presidente norte-americano, Donald Trump, recusou hoje participar num frente-a-frente virtual com o adversário democrata, Joe Biden, reagindo às regras anunciadas pelo organismo não partidário que organiza os debates eleitorais.

Donald Trump recusa participar em debate virtual com Joe Biden
D.R

"Eu não vou participar num debate virtual", disse hoje o presidente norte-americano à cadeia de televisão Fox Business.

"Isso não é aceitável", acrescentou o presidente dos Estados Unidos.

A Comissão para os Debates Presidenciais (organismo não partidário) anunciou hoje, uma semana antes do encontro agendado para Miami, que o frente-a-frente vai ser "virtual" para que seja protegida a saúde de todos os que estão envolvidos no segundo debate presidencial.

Os candidatos vão participar de forma "remota" e em locais separados enquanto os espectadores e o moderador vão ficar localizados em Miami, Estado da Florida, disse o organismo.

Trump está infectado com o novo coronavírus desde a semana passada e na terça-feira disse através da rede social Twitter que estava ansioso por encontrar Biden no debate de Miami.

"Vai ser fantástico", disse Donald Trump na mensagem.

Biden afirmou que o debate não devia realizar-se "enquanto o presidente estivesse diagnosticado como positivo".

O candidato democrata disse na altura aos jornalistas durante um acto de campanha na Pensilvânia que esperava um debate com Donald Trump, mas que seriam necessárias "regras estritas".  

Trump foi diagnosticado depois de testes médicos realizados na quinta-feira passada, 48 horas depois do debate com Joe Biden em Cleveland.

Apesar da distância de mais de dez metros entre os dois durante o debate televisivo, a situação obrigou Joe Biden a submeter-se a uma série de testes médicos antes de retomar a campanha eleitoral.

Donald Trump abandonou o Hospital Militar onde esteve internado na segunda-feira, antes de estar curado, tendo os médicos evitado fornecer mais detalhes sobre o estado de saúde do Presidente.

O isolamento para as pessoas que apresentem sintomas moderados de SARS CoV-2 deve prolongar-se durante pelo menos 10 dias, de acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos. 

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS