Após Estado de Emergência

Antigo primeiro-ministro britânico em Luanda

O Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação anunciou que a retoma da actividade lectiva presencial, após o estado de emergência devido ao novo coronavírus, prevê aulas ao sábado para o cumprimento dos programas curriculares.

Antigo primeiro-ministro britânico em Luanda
D.R

Segundo o documento, está em curso o ajustamento do calendário académico, com a contribuição dos gestores das instituições do ensino superior, no âmbito do qual se prevê a realização de actividades lectivas ao sábado.

Numa circular, a que a Lusa teve acesso, o órgão ministerial observou a necessidade de se proceder um ajustamento ao calendário académico, no sentido de se "garantir um mínimo de semanas lectivas que permitam cumprir os programas curriculares".

Segundo o documento, está em curso o ajustamento do calendário académico, com a contribuição dos gestores das instituições do ensino superior, no âmbito do qual se prevê a realização de actividades lectivas ao sábado.

A medida será adoptada “caso as necessidades de organização dos horários e das turmas assim o exija", realçou o documento, referindo que a possibilidade está contemplada no decreto presidencial n.º3/17, de 26 de janeiro, que aprova o calendário académico.

O ministério do Ensino Superior referiu também que apesar da incerteza sobre a evolução da pandemia da covid-19 no mundo e em Angola, "susceptível de criar hesitações e pessimismo", as instituições do ensino superior deverão já começar a criar condições para a retoma da actividade tendo em conta as medidas preventivas.

As aulas no ensino superior, que se devem prolongar até Janeiro de 2021, foram suspensas em Março, antes da declaração do estado de emergência que visa conter a propagação do novo coronavírus pelo país.

Angola conta já com 35 casos confirmados da covid-19, nomeadamente 22 casos activos, 11 recuperados e dois óbitos.

        

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS