Para apoiar famílias carenciadas durante o Estado de Emergência

Angola prepara programa de cesta básica

O Governo está a preparar um programa de distribuição da cesta básica alimentar às famílias mais carenciadas enquanto durar o estado de emergência, anunciou o coordenador da comissão interministerial de combate à covid-19, Pedro Sebastião.

Angola prepara programa de cesta básica
D.R
Comissão multissetorial tem agendadas visitas às províncias

Segundo o também ministro de Estado e chefe da Casa de Segurança do Presidente da República, o Governo “tem gizado” um programa orientado para a cesta básica, no âmbito do qual estão agendadas um conjunto de visitas da comissão multissetorial às províncias que levarão parte dessa ajuda para os mais necessitados.

“Assim aconteceu já no Namibe, Cunene e seguramente vamos conhecer em outros pontos do nosso país onde a ajuda se mostre mais necessária”, disse.

Pedro Sebastião lembrou a este propósito que Angola esteve recentemente envolvida num programa de combate à seca no sul do país em que “o Governo foi chamado a um esforço tremendamente grande para acudir às populações” e poderá usar agora toda a linha logística montada nessa altura.

Questionado sobre a ajuda que o executivo poderá dar às empresas, o governante afirmou que está a ser usado “um conjunto de programas que estabeleceu previamente” e que visam o adiamento do pagamento de impostos e a regularização posterior de determinados actos “no sentido de facilitar a vida” às empresas.

No que diz respeito aos salários que considerou “o calcanhar de Aquiles” para os trabalhadores, Pedro Sebastião admitiu que a “não produção” durante o período em que decorre o Estado de Emergência vai criar dificuldades às empresas.

“O Governo está atento e está a criar todos os incentivos para acudir, não só para acudir às empresas”, mas também dar resposta “às preocupações que se colocam às populações”, frisou o coordenador.

RECOMENDAMOS

POPULARES

ÚLTIMAS